segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

SEM ELOGIO, NÃO DÁ




Estamos vivendo na era da "Sídrome do Elogio". É incrível a capacidade que o ser-humano tem pra se iludir. Acredito que todo elogio ofertado, deve ser filtrado antes de aceito. É preciso saber o porque do elogio. Se as palavras proferidas pelo outro condizem com a sua realidade física, moral, espiritual, ou com seus atos diante das mais diversas situações.
Vejo pessoas ficarem totalmente envaidecidas por qualquer elogio recebido e, sem se darem conta, acabam ingerindo naquele momento uma dose de arrogância, que dose após dose, corrompe-se de vez a humildade. Não preciso é ser humilde a ponto de tornar-se um saco-de-pancada (excesso de humildade também pode ser prejudicial a sua saúde moral), mas é preciso ter suficiente para sustentar uma das bases nosso caráter.
Há quem tem a auto-estima "movida" a elogios, outro tipo de "combustível" não serve. São pessoas que não amam a si mesmas, amam o que os outros dizem a respeito delas. É isso que importa. Acabam se transformando em dependentes de louvor. Quando não são reconhecidas por seus méritos, usam de uma estratégia bem peculiar: distribuem elogios para os que estão ao seu redor e esperam que o elogiado lhe pague na mesma moeda.O Elogiado, acreditando ser um gesto de educação ressaltar as "qualidades" do outro, assim o faz. O portador da "Síndrome do Elogio", encontra ali naquele elogio alívio para a sua fissura.
Existem também pessoas que mudam a partir de elogios (ou de vários). Não são, não tem ou não fizeram o que foi notado aos olhos do outro, mas tomam gosto pela coisa e para não decepcionar e perder o "título", vão em busca de saber o que foi mesmo que o outro reconheceu nele e vestir com "mérito" o elogio que se ajustará ao tamanho da sua vaidade.
As criticas nunca foram bem-vindas pela maioria, mesmo as famigeradas criticas construtivas. Elogios gratuitos é o que aproxima as pessoas. Quer se dar bem e ser destacado no seu meio social, profissional? Elogie. Ao invés de ajudar, elogie. Ao invés de contribuir para o aperfeiçoamento do outro, elogie (mesmo ele estando totalmente errado). Quer mais dinheiro emprestado? Elogie os seus credores. Quer que a sua mulher "libere" partes do corpo até então negadas? Elogie-a!
Elogie! Elogie sempre! Elogie a todos! Mas nunca deixe de elogiar...

5 comentários:

jessica amanda disse...

Adorei esse texto!!!
Ainda não tinha o lido!
Perfeito!
Continue postando seus textos!!!
Abraços!

marcelo disse...

os elogios abrem barreiras mesmo. às vezes o que a pessoa quer escutar não é nada a não ser um elogio.
não vou te elogiar também só por isso. rs
continue escrevendo, e parabéns pela iniciativa de criar um blog. espero que seje a porta pra vc expor o que pensa ao "mundo"(dos que tem internet).
abraços

Xafow disse...

Ganhou mais um leitor.
Gostei muito do blog! Diferente já que em todos os outros blogs sempre tentam deixar o mundo cor-de-rosa.
Muito bom mesmo.

Renan disse...

sao mto bons seus textos, parabéns.
pretendo continuar lendo seu blog, abraços.

мιℓℓα вєzєяяα disse...

Sabe.. eu odeio quando chega alguém e começa a me elogiar.. sei que elogios de primeiro momento não são verdadeiros.. a essência de uma pessoa só se conhece com o tempo...

Claro que um elogio é muito bom.. e pode animar uma pessoa.. mudar o rumo de alguns fatos...

Gosto de criticar muito as pessoas... (Criticar é uma função de comentário sobre determinado tema, com o objetivo de avaliar), elogio.. ofendo..

*Mas pode me elogiar de vez em quando.. é que eu preciso.*

http://vidatitude.blogspot.com/

Se puder outro dia eu volto, não vou prometer nada, ok?!